TRABALHADORES DO HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA MANDATARAM OS SINDICATOS PARA DECRETAREM ACÇÕES DE LUTA

Os Trabalhadores do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HVCP) aprovaram em Plenário, uma Moção que foi enviada à Administração, onde reafirmaram a sua determinação na defesa do Acordo de Empresa (AE) em vigor.

No Plenário que contou com a presença de cerca de meia centena de Trabalhadores, estes exigem ainda que sejam regularizados todos os vínculos precários, integrando todos os trabalhadores subcontratados, com funções permanentes.

Decidiram também enviar proposta de aumento de remunerações, de 5% e num mínimo de 50€, dado que desde 2010, a Administração não actualiza os salários dos trabalhadores.

Na Moção entretanto enviada à Administração, os Trabalhadores esperam que esta altere a sua postura, assumindo uma atitude dialogante e de boa-fé, no processo de Conciliação que vai ser iniciado no Ministério do Trabalho, caso contrário, mostraram-se determinados para voltar a lutar contra as injustiças, a exploração e pela defesa e pelo efectivo cumprimento do AE. 

Os Trabalhadores consideram ainda inadmissível e incompreensível, a recusa desta Administração, em negociar o AE e de pretender anular os direitos nele consagrados.

Esta convenção alterada em anos anteriores tem permitido manter a estabilidade laboral e a elevada qualidade dos cuidados prestados aos utentes, promovendo e projectando uma imagem de elevada reputação, desta instituição.

Neste contexto, os Trabalhadores mandataram os seus Sindicatos, para decretarem as acções de luta que sejam necessárias, caso a Administração não altere a sua postura e atitude negocial, negociando e cumprindo o AE.

Está em... Home Acção Reivindicativa TRABALHADORES DO HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA MANDATARAM OS SINDICATOS PARA DECRETAREM ACÇÕES DE LUTA