Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa estão em luta

O Sindicato dos Trabalhadores Rodóviarios Urbanos de Portugal (STRUP) realizou hoje uma greve no Metropolitano de Lisboa (ML) com grande impacto na mobilidade da cidade.
A principal exigência do sindicato, que o Conselho de Administração (CA) do ML não aceita, é o aumento da vigência do Acordo de Empresa (AE) por pelo menos mais 12 meses. O CA não quer negociar a prorrogação da vigência do AE, refugiando-se na falta de autorização por parte do Governo.
Para além desta questão, o CA propõe um aumento salarial para dois anos, quando esta revisão deve ser anual, e a proposta não cobre minimamente a perda do poder de compra dos trabalhadores nos últimos anos.
Face a esta atitude tão intransigente, não  resta aos trabalhadores outro caminho se não o da luta, para que o CA perceba quem são os trabalhadores do ML, os valores que defendem e a dignidade que têm.
PORQUE... QUEM NÃO LUTA PERDE SEMPRE!

Está em... Home Acção Reivindicativa Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa estão em luta