Greve das Trabalhadoras da Limpeza Industrial

DIA DE LUTA NACIONAL PARA OS TRABALHADORES DA LIMPEZA INDUSTRIAL
No dia 9 de Novembro largas centenas de trabalhadores da limpeza industrial (limpeza de hospitais, escolas, transportes e universidades, centros comerciais, fabricas, escritórios, entre outros) estiveram em greve e promoveram uma manifestação do Parque Eduardo VII para a sede da associação patronal, situada na Rua Conde Redondo.
Os trabalhadores da limpeza industrial lutam pela revisão do Contrato Colectivo de Trabalho e pelo cumprimento dos direitos laborais. Há 14 anos que a associação patronal (APFS – Associação Portuguesa de Facility Services) recusa negociar com o STAD a revisão deste CCT, desculpando-se que está caducado, apesar do Ministério nunca o ter declarado e quando existem inúmeras sentenças de processos em tribunal favoráveis aos trabalhadores e que condenam os patrões, o que destrói o seu argumento falacioso!
Os processos colocados em Tribunal prendem-se com o não cumprimento de importantes direitos como o pagamento das horas nocturnas a 30% e a 50%, o pagamento dos feriados a 100% e a concessão de um dia de folga compensatória, o pagamento dos domingos, quando trabalhados, com acréscimo de 16% sobre a remuneração mensal e o pagamento desse acréscimo nos Subsídios de Férias e de Natal e a violação do direito ao local de trabalho através de transferências abusivas feitas pelos patrões. Estiveram presentes o Coordenador da União dos sindicatos de Lisboa, Libério Domingues, e o Secretário geral da CGTP-IN, Arménio Carlos, que apelaram à participação na manifestação do dia 15 de Novembro.

Está em... Home Acção Reivindicativa Greve das Trabalhadoras da Limpeza Industrial