Trabalhadores da Tratolixo em luta pelo seu Acordo de Empresa

Os trabalhadores da Tratolixo, reunidos em plenário, aprovaram uma resolução contra o impasse nas negociações do Acordo de Empresa por parte da Administração e mandataram o Sindicado dos Trabalhadores da Adninistração Local (STAL) para definir novas formas de luta, caso não haja desenvolvimentos nos próximos tempos.

O plenário decorreu no dia 20 de Dezembro de 2018 à porta das instalações de Trajouce e teve a presença de várias dezenas de trabalhadores, alguns deles das instalações de Mafra. Foi convocado pelo STAL, após a resistência da Administração da Tratolixo em negociar matérias pecuniárias e os horários de trabalho de 35 horas, tão importantes para os Trabalhadores. Esta ação, convocada pela Direcção Regional de Lisboa e pela Comissão Sindical da Tratolixo, contou também com a participação de Arménio Carlos, Secretário-Geral da CGTP-IN.

De realçar que estes trabalhadores não têm qualquer tipo de aumento salarial ou progressão na carreira há cerca de 10 anos e há uma disparidade de horários de trabalho dentro da própria empresa.

Com a marcação deste plenário já houve uma declaração verbal da empresa de que irá retomar a discussão sobre os salários, progressões e horários e o compromisso de fechar o Acordo de Empresa no primeiro trimestre de 2019. Os trabalhadores estarão atentos a esse compromisso e mandataram o STAL para continuar as negociações, reafirmando a sua disponibilidade para lutas futuras.

Está em... Home Acção Reivindicativa Trabalhadores da Tratolixo em luta pelo seu Acordo de Empresa