JÁ COMEÇARAM OS TRABALHOS DO 11º CONGRESSO DA UNIÃO DOS SINDICATOS DE LISBOA!

JÁ COMEÇARAM OS TRABALHOS DO 11º CONGRESSO DA UNIÃO DOS SINDICATOS DE LISBOA!Está a realizar-se, entre hoje e amanhã, o 11º Congresso da União dos Sindicatos de Lisboa, a maior estrutura intermédia da CGTP-IN. Cerca de 250 delegados representantes dos sindicatos de todo o distrito, reúnem-se no Fórum Lisboa. Os delegados são chamados a contribuir para a discussão politica de onde sairão as linhas políticas orientadoras do trabalho da USL para os próximos quatro anos, que serão em si a afirmação do reforço do seu carácter de classe, só possível com o trabalho que os sindicatos têm desenvolvido na região de Lisboa, de reforço da luta dos trabalhadores. O início dos trabalhos foi precedido de um momento cultural, onde, a Companhia de Dança de Almada apresentou um excerto da Bailado "Olhares" que se move numa homenagem ao Cante Alentejano.

A intervenção de abertura do congresso foi realizada pelo Coordenador da USL, Libério Domingues.

 

Ler intervenção de Libério Domingues.

 

Ver fotografias do 11º Congresso.

10º CONGRESSO DA USL SAI À RUA EM DESFILE ATÉ À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA!

capa_10_congresso2Após eleita por unanimidade uma proposta de alteração ao regulamento de funcionamento do 10º Congresso, no fim da segunda sessão dos trabalhos, os delegados e convidados dirigiram-se em desfile até à Assembleia da República onde votaram simbolicamente o Orçamento de Estado rejeitando-o por unanimidade.

Ver galeria de fotos do 10º Congresso da USL

10º CONGRESSO DA UNIÃO DOS SINDICATOS DE LISBOA ABRE AS SUAS PORTAS

capa_10_congressoIniciou-se o 10º Congresso da União dos Sindicatos de Lisboa, onde cerca de 300 delegados representantes dos sindicatos de todo o distrito, se reúnem hoje e amanhã no Cinema São Jorge. Onde todos os delegados são chamados a contribuir para a discussão politica e de onde sairão as linhas políticas orientadoras do trabalho da USL para os próximos quatro anos, que serão em si a afirmação do reforço do seu carácter de classe, só possível com o trabalho que os sindicatos têm desenvolvido na região de Lisboa, de reforço da luta dos trabalhadores.

Intervenção de abertura de Libério Domingues, coordenador da USL

Ver galeria de fotos do Congresso

10º CONGRESSO DA UNIÃO DOS SINDICATOS DE LISBOA - 11 E 12 DE NOVEMBRO - CINEMA SÃO JORGE

cartaz_10_congressoA União dos Sindicatos de Lisboa, a maior estrutura sindical da CGTP, vai realizar, nos dias 11 e 12 de Novembro no Cinema S. Jorge, o seu 10º Congresso sob o lema, Unir, Lutar, Avançar - Transformar o futuro com a força de quem trabalha.
O 10º Congresso da União dos Sindicatos de Lisboa realiza-se num quadro em que o poder económico e financeiro assume um crescente domínio sobre o poder politico, em que de forma cada vez mais submissa os sucessivos Governos se assumem como meros executores das orientações do Grande Capital, prosseguindo e intensificando uma política totalmente contrária aos interesses dos trabalhadores, do povo e do País; num contexto em que aqueles que são os verdadeiros responsáveis pela grave situação em que vivemos se ajoelham e capitulam perante as imposições das troikas do grande capital nacional e internacional, subscrevendo ou apresentando programas cujas medidas constituem uma autêntica declaração de guerra aos trabalhadores e ao povo, um atentado à democracia e que comprometem o futuro de Portugal como país livre e soberano.
O momento político económico e social exige, pela parte de todos os que estão a ser duramente atingidos, uma resposta firme e determinada, uma resposta consequente, combativa e organizada. Uma resposta que exige um movimento sindical de classe, princípios e objectivos da USL/CGTP-IN e dos sindicatos que a integram.
Os sindicatos têm um papel fundamental na construção de alternativas aos mais diversos níveis, quer no Sector Privado ou no Sector Público, contribuindo decisivamente para o reforço e consolidação da CGTP-IN como a grande Central Sindical de todos os trabalhadores, que lutam pela dignificação e valorização do trabalho e dos trabalhadores, que assegurem um futuro diferente, com progresso, justiça social e desenvolvimento efectivo do distrito e do País.

Mais... 10º CONGRESSO DA UNIÃO DOS SINDICATOS DE LISBOA - 11 E 12 DE NOVEMBRO - CINEMA SÃO JORGE

DOCUMENTOS APROVADOS NO 11º CONGRESSO DA USL

11º congresso usl documentosRealizado nos passados dias 13 e 14 de Novembro, sob o lema, “MAIS UNIÃO! COM CONFIANÇA NA LUTA, MAIS FORÇA A QUEM TRABALHA!” o 11º Congresso da União dos Sindicatos de Lisboa assenta nessa exigência, com o entendimento e convicção de que a força dos trabalhadores, unidos e organizados, é determinante na luta de classes, o motor das grandes transformações da sociedade. É nos locais de trabalho que os trabalhadores percebem melhor a exploração, que se desencadeia o conflito laboral e a acção reivindicativa, é a partir de lá que a consciência de classe e a luta de massas se ampliam e desenvolvem. É nos locais de trabalho que se concentram e se sindicalizam os trabalhadores, onde se elegem os delegados sindicais e os seus representantes, onde se recrutam quadros para os diferentes níveis da estrutura sindical. Neste sentido, o XI Congresso da USL elegeu como objectivos centrais da sua intervenção. Reforçar a organização, afirmando a acção sindical integrada, para uma melhor e mais eficaz intervenção dos sindicatos. Promover a unidade dos trabalhadores no quadro da plena consideração dos princípios e objectivos da CGTP-IN. A acção sindical integrada tem-se demonstrado como o método de trabalho mais consequente para consolidar a presença e afirmação dos sindicatos nos locais de trabalho, reforçar a organização de base, promover a acção reivindicativa e desenvolver a luta. A USL pode e deve, no quadro das suas competências, ter um papel fortemente dinamizador dessa acção.

Ler o Programa de Acção aprovado no Congresso.

Ler o Documento de Caracterização do Distrito.

Ler as Prioridades para a Acção Sindical.

Intervenção sobre o Emprego - Fernando Ambrioso

Fernando AmbriosoFalar sobre o emprego implica desde logo falar da quantidade de emprego gerado e destruído, da qualidade do emprego criado, do modelo de desenvolvimento que se pretende, tendo em conta a criação de postos de trabalho e com isso a redução do número de desempregados e melhoria das condições de vida e trabalho a que cada um tem direito, segundo a nossa constituição. Tendo por base o que acabo de dizer, torna-se hoje mais difícil falar deste tema. Não porque nestes quatro anos que mediaram entre o nosso X Congresso e hoje tenha aumentado a complexidade na análise dos números oficiais.

Ler intervenção.

Intervenção da Inter-Reformados Lisboa - Virgílio Guerreiro

Em nome da Direcção da Inter-Reformados/Lisboa saúdo todos os Delegados e Convidados ao 11º Congresso da USL. A Inter-Reformados/Lisboa tem como missão organizar e representar os trabalhadores reformados na defesa dos seus direitos colectivos, no âmbito do MSU do distrito de Lisboa. A sua actividade, com o apoio logístico da USL, é desenvolvida em sintonia e articulação com a Inter-Reformados Nacional e as orientações da CGTP-IN. Sendo Lisboa o distrito com a maior população de reformados e onde a força do MSU assume elevada expressão, cabe-nos uma missão exigente de enquadramento desta vasta e complexa frente de trabalho.

Ler intervenção.

Está em... Home Congresso