Greve dos Trabalhadores da Administração Pública encerra Escolas

No dia 10 de Maio os sindicatos da Frente comum realizam uma greve que leva ao encerramento de muitas das escolas públicas do distrito de Lisboa.

Para o mesmo dia está prevista uma manifestação que sai do Marquês de Pombal para a Assembleia da República. Esta luta tem como objectivo exigir o aumento dos salários, a reposição e a valorização das carreiras, a contagem do tempo integral de serviço, revogação do SIADAP (sistema integrado de gestão e avaliação do desempenho na Administração Pública) e a defesa dos serviços públicos. O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública, não aceita o facto de haver mais de mil milhões de euros para financiar a banca e mais uns quantos para contratar empresas e aquisições de serviços, quando continua a haver mais de 600 mil trabalhadores, que há mais de dez anos não recebem aumento salarial.