Trabalhadores da DIA Portugal em Greve

DRH DA DIA PORTUGAL - MINIPREÇO-CLAREL RECUSA-SE A REUNIR COM DELEGAÇÃO DOS REPRESENTANTES SINDICAIS DOS TRABALHADORES

Trabalhadores da Dia Portugal – Minipreço/Clarel  estiveram em greve,  no dia  18 de Junho, com    grande adesão. A empresa mais uma vez cometeu inúmeras ilegalidades na substituição dos trabalhadores em greve.

Os representantes dos trabalhadores em greve deslocaram-se à sede da empresa para realizar a reunião que tinha sido solicitada para discutir as suas reivindicações e consideram inadmissível a falta de respeito com que a Administração e a Direcção de Recursos Humanos da Dia Portugal trata os trabalhadores e o seu Sindicato – CESP.

Desde final de 2018 que a empresa foge a reunir com os representantes sindicais do CESP da Dia Minipreço, não tendo dado resposta ao Caderno Reivindicativo dos Trabalhadores para 2019 e não respeitando o direito constitucional de negociação das condições de trabalho.

Os representantes dos trabalhadores presentes frente à sede da empresa, em Paço de Arcos, repudiaram este comportamento e reiteraram a sua determinação em continuar a luta exigindo resposta às suas reivindicações e problemas.