LUTA NO HOSPITAL BEATRIZ ÂNGELO EM LOURES

O Conselho de Administração viola direitos dos trabalhadores. A liberdade sindical e a conciliação da actividade profissional com a vida familiar são direitos consagrados na Constituição da República Portuguesa. A Direcção do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, tem vindo de forma ilegal e pouco democrática a pressionar os trabalhadores violando estes direitos. Aos trabalhadores com filhos menores de 12 anos está a ser recusado o direito a trabalharem em horário flexível de modo a poderem acompanhar os filhos. A dirigente sindical vive sob ameaça de ser transferida de serviço se continuar a ser requisitada para actividade sindical. Os trabalhadores realizam turnos de 10 horas consecutivas, muitas vezes sozinhos quando devia haver dois ou mais trabalhadores.

Esta situação põe em causa a prestação dos cuidados aos utentes como a dignidade e qualidade exigida.

O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas está ao lado dos trabalhadores e utentes e tudo fará para defender e exigir o cumprimento dos seus direitos.

Está em... Home Serviços Públicos LUTA NO HOSPITAL BEATRIZ ÂNGELO EM LOURES