UTENTES DO TRANSPORTE FLUVIAL, PROTESTAM EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO FLUVIAL DE TRANSPORTES

UTENTES DO TRANSPORTE FLUVIAL, PROTESTAM EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO FLUVIAL DE TRANSPORTESO terminal de transporte fluvial no Cais do Sodré em Lisboa, foi ontem a partir das 17h30, local onde se concentraram, os utentes em defesa do serviço público fluvial. A degradação do transporte Fluvial, está colocar em causa o direito à mobilidade por parte da população, ultimamente é frequente os utentes ficarem duas horas à espera de barco para o Seixal. A maioria da frota da Transtejo/Soflusa está parada devido à falta de certificados de navegabilidade e falta de manutenção, actualmente dos 22 navios só 6 é que estão em condições; a falta de trabalhadores, é também um dos grandes problemas apontados pelas organizações promotoras.

Ler tarjeta distribuída aos utentes.

Mais... UTENTES DO TRANSPORTE FLUVIAL, PROTESTAM EM DEFESA DO SERVIÇO PÚBLICO FLUVIAL DE TRANSPORTES

PLATAFORMA LISBOA DEFENDE INTEGRAÇÃO DO HOSPITAL DE CASCAIS NA REDE HOSPITALAR PÚBLICA

PLATAFORMA LISBOA DEFENDE INTEGRAÇÃO DO HOSPITAL DE CASCAIS NA REDE HOSPITALAR PÚBLICAA Plataforma Lisboa em Defesa do Serviço Nacional de Saúde lamenta a decisão do Ministro da Saúde de abrir concurso para eventual novo contrato de Parceria Público Privada (PPP) para o Hospital de Cascais quando é público que, este tipo de Parceria tem sido um sugadouro de dinheiros públicos (só com esta unidade hospitalar e em 2016 foram despendidos, 73 milhões de euros), pois têm sido gastos largos milhões de euros dos Orçamentos do Serviço Nacional de saúde (SNS); a qualidade dos serviços prestados pelos hospitais PPP não é melhor que a dos hospitais públicos conforme tem sido demonstrado através dos relatórios do Observatório dos Sistemas de Saúde (OBSS) e da Entidade Reguladora da Saúde (ERS).

Mais... PLATAFORMA LISBOA DEFENDE INTEGRAÇÃO DO HOSPITAL DE CASCAIS NA REDE HOSPITALAR PÚBLICA

GREVE NACIONAL DOS TRABALHADORES NÃO DOCENTES DAS ESCOLAS - 3 DE FEVEREIRO

GREVE NACIONAL DOS TRABALHADORES NÃO DOCENTES DAS ESCOLAS - 3 DE FEVEREIROO actual Governo do PS tem demonstrado uma manifesta falta de vontade política para resolver os problemas que há anos afectam os Trabalhadores Não Docentes dos estabelecimentos de educação e ensino da Rede Pública. São problemas que justificam uma resolução urgente, para bem dos direitos dos trabalhadores e da qualidade da Escola Pública.

A Federação e os trabalhadores, com o apoio já manifestado publicamente por toda a comunidade escolar, exigem medidas políticas efectivas para pôr fim à falta crónica de pessoal e ao recurso sistemático e ilegal à contratação precária. Só no ano de 2016, foram contratados a termo certo 2600 trabalhadores a tempo completo e cerca de 1200 trabalhadores a tempo parcial. Há ainda largas centenas de trabalhadores com contrato de emprego e inserção, sem os quais as escolas não funcionam.

Ler comunicado aos trabalhadores.

INICIATIVA LEGISLATIVA DE CIDADÃOS ESTEVE EM DEBATE NO PARLAMENTO - AGORA EXIGIMOS A SUA APROVAÇÃO, A ÁGUA É DE TODOS!

INICIATIVA LEGISLATIVA DE CIDADÃOS ESTEVE EM DEBATE NO PARLAMENTO - AGORA EXIGIMOS A SUA APROVAÇÃO, A ÁGUA É DE TODOS!No passado dia 23, o Parlamento debateu a petição «Em defesa dos serviços públicos de água, saneamento e resíduos», entregue em Abril passado, promovida por uma Plataforma de Sindicatos (STAL, STML, SITE-SUL), Movimento de Utentes de Serviços Públicos e Associação Água Pública. Neste contexto, os grupos parlamentares do PCP e do BE apresentaram dois Projectos de lei, o Projecto de Lei n.º 358/XIII/2.ª (PCP) e o Projecto de Lei n.º 335/XIII/2.ª (BE), propostas que assumem o articulado da ILC entregue em 2013.  Em discussão esteve ainda um Projecto de Resolução n.º 584/XIII/2.ª do PEV, tendo como objectivo garantir o direito à água e ao saneamento. 

Mais... INICIATIVA LEGISLATIVA DE CIDADÃOS ESTEVE EM DEBATE NO PARLAMENTO - AGORA EXIGIMOS A SUA...

MUNICÍPIO DE MAFRA REMUNICIPALIZA OS SERVIÇOS DE ÁGUA

MUNICÍPIO DE MAFRA REMUNICIPALIZA OS SERVIÇOS DE ÁGUAO primeiro município a privatizar/concessionar a água em Portugal, corria o ano de 1994, para a então Générale des Eaux, é o primeiro a remunicipalizar os serviços de água e saneamento. Recorde-se que a Génerale des Eaux, hoje Veolia, vendeu em 2013, todas as concessões que detinha em Portugal aos chineses da Beijing Waters, por 95 milhões de euros. A campanha - Água é de todos - saúda e apoia a decisão da C.M. de Mafra de retomar o controlo e a gestão pública da água, pondo fim a um contrato ruinoso que, como uma vez mais se comprova, lesa gravemente os interesses municipais, os direitos das populações e dos trabalhadores. 

Esta primeira remunicipalização, esperando nós que outras se sigam, defende os interesses do município, dos habitantes de Mafra, prevendo-se a redução de tarifas em 5%, e dos direitos dos trabalhadores do sector, assumindo que todos os trabalhadores transitarão para a futura entidade gestora municipal. Perante esta decisão, apelamos ao município de Vila Real de Santo António, que se prepara para privatizar os serviços de água. para que recue nesse caminho e mantenha a água sob gestão 100% municipal.

TERMINOU ONTEM A CAMPANHA! “20 CARRUAGENS PARADAS, 20 DIAS DE LUTA!”

TERMINOU ONTEM A CAMPANHA! “20 CARRUAGENS PARADAS, 20 DIAS DE LUTA!”

A União dos Sindicatos de Lisboa, integrou a concentração promovida pelo Movimento dos Utentes dos transportes de Lisboa no interface do Campo Grande que decorreu a partir das 17h00. As organizações exigem a tomada de medidas imediatas, face ao caos que se vive no Metro de Lisboa. São tempos de espera infindáveis, são carruagens que se encontram a abarrotar, passageiros a serem transportados como se fossem sardinha em lata! São as constantes perturbações na linha, atrasos sucessivos!

Mais... TERMINOU ONTEM A CAMPANHA! “20 CARRUAGENS PARADAS, 20 DIAS DE LUTA!”

CAMPANHA «ÁGUA É DE TODOS». TEMPO DE CONCRETIZAR!

CAMPANHA «ÁGUA É DE TODOS». TEMPO DE CONCRETIZAR!Terá lugar amanhã, dia 18 às 14h30, junto à escadaria da Assembleia da Republica, uma iniciativa que contará com intervenções de representantes das organizações promotoras da campanha, entre eles Arménio Carlos, Secretário-geral da CGTP-IN. A acção tem como objectivo apelar aos deputados para que retomem e aprovem o Projecto de Lei nº 368/XII, «Protecção dos direitos individuais e comuns à água», resultado de uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos (ILC), subscrita por 44 mil cidadãos eleitores. Recorda-se que o referido Projecto foi chumbado em 10 de Outubro de 2014, pela maioria PSD/CDS, mas contou com o voto favorável de PS, PCP, BE e PEV, forças políticas que, como salientam os promotores da iniciativa, constituem hoje a maioria no Parlamento, pelo que consideram estarem reunidas as condições políticas para a sua aprovação.

Mais... CAMPANHA «ÁGUA É DE TODOS». TEMPO DE CONCRETIZAR!

FALTAM CERCA DE 6000 TRABALHADORES NÃO DOCENTES NA ABERTURA DO ANO LECTIVO

FALTAM CERCA DE 6000 TRABALHADORES NÃO DOCENTES NA ABERTURA DO ANO LECTIVOFoi com espanto que esta Federação tomou conhecimento através de uma notícia na comunicação social de que o Ministério da Educação decidiu autorizar a contratação de 300 novos funcionários para dar resposta às “necessidades urgentes” e evitar o encerramento de escolas por falta de assistentes operacionais (auxiliares de acção educativa). Esta informação, não traz nada de novo, confirma, isso sim, que o ME vai continuar a recorrer ao  emprego precário e que vai juntar estas 300 contratações às largas centenas de trabalhadores, contratados a termo certo, para este ano letivo,  pagos 3,49€ por hora, por períodos diários de trabalho que variam entre as 3,5 e as 4 horas, para suprir necessidades gerais urgentes, mas que são de facto funções de carácter permanente, como esta Federação vem denunciando.

Mais... FALTAM CERCA DE 6000 TRABALHADORES NÃO DOCENTES NA ABERTURA DO ANO LECTIVO

Está em... Home Serviços Públicos