1.º de Maio, Dia de Greve, Dia de Luta

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP) emitiu um pré-aviso de Greve para todos os trabalhadores do sector.

Os objectivos da Greve são:

- O aumento dos salários em 90€ e fixação do SMN em 850€;

- O encerramento do comércio no 1.º de Maio;

- As 35 horas de trabalho semanal para todos, sem perda de salário;

- A valorização das carreiras e categorias profissionais;

- A estabilidade no emprego.

Não podemos esquecer que foram os trabalhadores que estiveram na linha da frente, e lá continuam, assegurando o funcionamento de supermercados e hipermercados, lares e unidades de cuidados continuados para idosos e cidadãos portadores de deficiência, estruturas residenciais para crianças e jovens em risco, entre tantas outras tarefas.

Foram os trabalhadores que em tempo recorde se adaptaram ao teletrabalho, suportando do seu bolso os custos com o mesmo. Foram os trabalhadores dos supermercados e hipermercados que, apesar de doentes de risco, do medo do vírus e do sentimento de abandono dos filhos em escolas que não eram suas cumpriram com zelo as suas funções. Foram os trabalhadores do sector social que, apesar dos riscos, dos medos, dos surtos, de estarem extenuados, assumiram os cuidados aos utentes, foram e são o seu carinho e suporte, embora impedidos de ver os seus familiares.

Os trabalhadores são imprescindíveis. Sem trabalhadores nada funciona. Mas no sector do comércio, escritórios e serviços o trabalho é máximo e o salário é mínimo. No comunicado do Sindicato pode ler-se que razões não nos faltam! Dia 1 de Maio é o nosso dia. Na rua vamos exigir melhores condições de trabalho e de vida!

Privacidade

Está em... Home Acção Reivindicativa 1.º de Maio, Dia de Greve, Dia de Luta