Organizações

SOLIDÁRIOS COM QUEM TRABALHA E CONTRA O ROUBO DAS PENSÕES E REFORMAS, REFORMADOS MOBILIZAM PARA A GREVE GERAL!

capa_tarja_ir_gg

Governo rua! Porque este Governo PSD/CDS com a sua política de direita ao serviço do capital financeiro, cumpre um "Pacto de Agressão com a Troika" aos trabalhadores e ao povo em geral gerando maior exploração e empobrecimento. Porque a ofensiva do Governo PSD/Passos Coelho e CDS/Paulo Portas é contra todos.

Após uma vida de trabalho os reformados, pensionistas e idosos, estão a ser alvo de uma política de terrorismo social desrespeitando os seus direitos, consagrados na Constituição da República Portuguesa, agravando as injustiças e as desigualdades com o corte e congelamento das Pensões de Reforma. Com o aumento dos impostos e das taxas moderadoras na saúde, aumenta o custo dos bens e serviços essenciais e encerra serviços públicos. Para quem já vive com reformas e pensões miseráveis, todas estas medidas só empurram para a miséria e exclusão social quem tanto contribuiu para o país. Os reformados, pensionistas e idosos estão ao lado de quem trabalha na Greve Geral, a luta continua e é de todos! Eleições antecipadas, já!

 

1º ENCONTRO DE APOSENTADOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

cartaz_frente_comum_aposentadosRealiza-se no próximo dia 5 de Junho o 1º Encontro de Aposentados da Administração Pública, promovido pela Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública terá lugar no Auditório do Montepio Geral, na Rua do Ouro, Nº 219, em Lisboa pelas 14 horas. No fim da encontro seguir-se-á um desfile de protesto até ao Ministério da Finanças. A necessidade e urgência deste encontro, surge num contexto de agravamento sem precedentes da ofensiva do Governo contra os trabalhadores da Administração Pública em geral, e contra os pensionistas da Caixa Geral de Aposentações em particular, designadamente com os diplomas apresentados nas últimas semanas.

 

HOJE, ESTÁS A TRABALHAR UM FERIADO À BORLA PORQUE O GOVERNO TO ROUBOU!

interjovem_cesp_denunciam_fim_feriadoA Interjovem e o CESP realizaram esta manhã uma acção de contacto com os jovens trabalhadores dos Armazéns do Chiado denunciando, por um lado, o roubo de 4 feriados (hoje Corpo de Deus o primeiro) e 3 dias de férias o que perfaz um total de 7 dias a trabalhar de graça, 7 dias em que os patrões arrecadam a riqueza por eles produzida sem terem de pagar qualquer remuneração. É necessário que os jovens lutem e denunciem os elevados números do desemprego jovem, que lutem contra o horários selvagens que destroem as suas vidas e a sua saúde.

Por outro lado esta acção serviu para esclarecer os trabalhadores da importância de estarem sindicalizados e do seu direito à contratação colectiva. Os jovens têm de exigir o aumento dos salários para dinamizar a economia e a criação de emprego, têm de exigir que o trabalho suplementar seja pago conforme está consagrado nas Convenções Colectivas. Quem trabalha tem de exigir e lutar pelos 25 dias de férias, por melhores condições de trabalho e de vida!

INTER-REFORMADOS MOBILIZA PARA O DIA 25 EM BÉLEM!

capa_ir_25_maioA Inter-Reformados (IR) é a organização, integrada na CGTP-IN, que dinamiza há 23 anos a luta pelos direitos dos reformados e condena as más intenções do Governo PSD/CDS, a IR faz parte das forças do "Arco Luta" contra as injustiças e o empobrecimento. Estamos perante um Governo de direita, sem um mínimo de sensibilidade social e muito determinado a implementar as medidas correspondentes aos seus objectivos ideológicos que, apesar do revés sofrido com o acórdão do Tribunal Constitucional, não desiste de penalizar os trabalhadores em geral e, mais acentuadamente, os reformados, aposentados e pensionistas.

Após uma vida de trabalho os reformados estão a ser alvos de uma política de terrorismo social, com roubos aos seus rendimentos, às suas reformas e pensões e profundo retrocesso no direito à saúde. Os reformados estão a ficar cada vez mais pobres, sendo-lhes negados direitos constitucionais, como viver com uma pensão digna, o direito à segurança social, à mobilidade e à habitação! Estamos preocupados com o futuro dos nossos filhos e netos, atingidos pelo desemprego e sujeitos a uma política que lhes nega o presente. Não baixámos os braços no fascismo e não é agora que o vamos fazer, dia 25 de Maio, em Belém, os reformados, aposentados e pensionistas dirão presente, Governo rua, eleições já!

Ler documento da IR de apelo à concentração em Belém.

 

IR COMEMORA ABRIL COM VISITA AO FORTE DE PENICHE

ir_peniche_almoco_2013A Inter-Reformados de Lisboa comemorou no dia 20 de Abril o 39º Aniversário da Revolução dos Cravos, com um passeio a Peniche que incluiu um debate político sobre as conquistas de Abril e no qual participou o Capitão de Abril, Batista Alves, também agora membro da Associação Conquistas de Abril. No debate estiveram presentes 150 participantes, havendo de seguida o almoço conjunto e uma visita ao Forte de Peniche onde se participou numa homenagem aos presos políticos através da inauguração de uma lápide alusiva ao Fado do Abandono e também conhecido por Fado de Peniche, de iniciativa da Câmara Municipal.

 

ALMOÇO DA INTER-REFORMADOS-LISBOA EM PENICHE

almoco_peniche-IRA IR-Lisboa vai realizar no próximo dia 20 de Abril um almoço/convívio em Peniche. O programa desta iniciativa englobará um debate no Auditório da CM de Peniche, sob o tema "As Portas que em Abril abrimos não as deixamos fechar", e também uma visita ao Forte de Peniche, Cabo Carvoeiro e Baleal.

Inscrições até ao dia 12 de Abril.

MILHARES DE JOVENS TRABALHADORES EM LUTA!

manif_nacional_jovens_trabalhadoresNa comemoração do dia nacional da juventude, milhares de jovens trabalhadores encheram as ruas da baixa de Lisboa e exigiram trabalho com direitos e a demissão deste governo. A situação que os jovens trabalhadores vivem com a crescente precariedade não os desviou da luta, e foram milhares os que numa só voz, frente à residencia oficial do 1º ministro, exigiram que este governo tem que ir para a rua. A luta continua e a mobilização da juventude também, já para a marcha contra o empobrecimento que dia 13 de Abril chega a Lisboa.

Ver fotografias da manifestação

 

REFORMADOS, APOSENTADOS E PENSIONISTAS SAEM À RUA DIA 22 DE MARÇO - 14H30 - LARGO DO CARMO!

concentracao_inter_reformados_22_marcoA Inter-Reformados apela a todos os reformados, aposentados e pensionistas, que lutem para que não possa ser possível que, ao fim de uma vida de trabalho e de descontos para a previdência social, estejam a ser espoliados dos seus mais elementares direitos. Quem trabalhou toda a vida tem direito a viver dignamente como consagra a Constituição da República no seu artigo 72º, "As pessoas idosas têm direito à segurança económica e a condições de habitação e de convívio que respeitem a sua autonomia pessoal, evitem e superem o isolamento ou a marginalização social". 

Ao contrário do que a lei fundamental do país prevê, o Governo PSD/CDS com a sua política de direita põe em causa todos os direitos ameaçando acabar com as funções sociais do Estado, com cortes na Saúde, na Segurança Social e na Educação. Esta violenta política de austeridade, a pretexto da crise da qual o povo não é responsável, está a impor sacrifícios insuportáveis aos reformados, degradando as suas pensões de reforma, conduzindo muitos destes homens e mulheres à pobreza e à dependência de políticas assistencialistas ou de caridade que os reformados recusam. Por isso a Inter-Reformados apela à luta e a participação, de todos os reformados, aposentados e pensionistas, na concentração marcada para o dia 22 de Março, pelas 14h30 no Largo do Carmo.

Ler tarjeta a distribuir.

 

8 DE MARÇO, DIA INTERNACIONAL DA MULHER: UM DIA DE LUTA PARA ASSINALAR AS RAZÕES DA LUTA DE TODOS OS DIAS!

mulher_2013

A União dos Sindicatos de Lisboa – CGTP- IN através da Comissão para a Igualdade entre Mulheres e Homens e o Movimento Democrático de Mulheres (MDM) em conjunto com outras organizações promoveram no dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, um desfile do Chiado para a Assembleia da República como Grito de Revolta e Protesto em luta pela igualdade de direitos, entre mulheres e homens.

Esta acção contou com dois momentos altos:

14h30 – Chiado,

▪ Lançamento de Balões com reivindicações.

▪ Intervenção do Secretário-geral da CGTP- in, Arménio Carlos

16h30 – Assembleia da Republica.

▪ Acto Simbólico: “Rasgão”. Simbolizando o rompimento com a politica desastrosa do actual governo PSD/CDS.

▪ Entrega ao Primeiro Ministro de um “ Grito de Revolta das Mulheres em Portugal” (um documento reivindicativo no âmbito do dia 8 de Março - Dia Internacional da Mulher). 

Numa altura em que se intensificam os efeitos da danosa política de austeridade, em que se aprofundam as injustiças e desigualdades, com uma incidência muito forte junto das mulheres, afirmamos que há soluções e que é preciso romper com a actual e dramática crise social e económica que afecta as mulheres e a igualdade!

Ver fotografias desta acção ; ler texto Grito de Revolta.

Privacidade

Está em... Home Organizações