Organizações

REFORMADOS DENUNCIAM NATAL DAS DESIGUALDADES E DAS INJUSTIÇAS!

capa_tp_ir_natalRealizou-se ontem na baixa de Lisboa uma tribuna de protesto, com o objectivo de denunciar o Natal de desigualdades e injustiças provocado pela política de direita praticada pelo Governo PSD/CDS e a troika, política que pretendem manter com as medidas inscritas no OE para 2013 que serão gravíssimas para os reformados que ao longo da sua vida contribuíram com o seu trabalho e os seus impostos para o desenvolvimento do nosso país.

A Inter-Reformados CGTP-IN e a FARPIL promoveram esta acção reivindicativa que contou com as intervenções de Virgílio Guerreiro, coordenador da Inter-Reformados Lisboa, Fátima Canavezes, coordenadora nacional da Inter-Reformados CGTP-IN, Isabel Quintas e Luísa Vitorino intervieram em nome da FARPIL.

Esta tribuna pública de protesto foi também de exigência, pelo fim do roubo nas reformas, contra a retirada dos descontos de 50 % nos transportes colectivos aos reformados com mais de 65 anos e contra o aumento das taxas moderadoras na saúde e a diminuição da comparticipação nos medicamentos. Exigências que se fizeram ouvir através de um coro que entoou estas reivindicações.

A solidariedade da União dos Sindicatos de Lisboa para com os reformados, ficou marcada no encerramento desta iniciativa com a intervenção de Libério Domingues, coordenador da USL / CGTP-IN.

Ver fotografias da tribuna

REFORMADOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS DIZEM NÃO AO ROUBO DO GOVERNO PSD/CSD E DA TROIKA

capa_ir_tpContra o Natal das desigualdades e das injustiças sociais a Inter-Reformados CGTP-IN e a FARPIL estarão na rua no próximo dia 20 de dezembro. Porque não aceitam o roubo nas suas reformas nem que lhes retirem a dignidade, irão realizar uma Tribuna Pública, entre as 14h30 e as 17 horas, no cruzamento da Rua Augusta com a Rua da Vitória. Contra as medidas inscritas no OE para 2013, aprovadas por Passos Coelho e Portas. Medidas que serão gravíssimas para os reformados que ao longo de toda a vida contribuíram com o seu trabalho e os seus impostos para o desenvolvimento do nosso país e lutando também para a conquista de direitos fundamentais como a Segurança Social, Saúde e Educação para todos.

 Ler tarjeta de apelo à participação nesta tribuna

1500 CONVERSAS COM JOVENS TRABALHADORES ATÉ À GREVE GERAL!

ij_gg_14_nov_postalA Interjovem/Lisboa vai até dia 31 desenvolver acções de contacto com 1500 jovens, tendo em vista a sindicalização e a participação às acções de luta de dia 31 de Outubro na Assembleia da República e da greve geral de 14 de Novembro.
No momento em que a Juventude sofre ataques brutais ao seu futuro, a sindicalização dos jovens trabalhadores, a sua participação na luta é fundamental. Serão 1500 conversas com vista a sindicalizar e a puxar para a luta, a acontecer em locais de trabalho com grande numero de jovens trabalhadores.

Ler postal da Interjovem

VÍDEO DA 6ª CONFERÊNCIA DA INTERJOVEM LISBOA

 

PIC-NIC DA INTERJOVEM SAIU EM DESFILE NA BAIXA DE LISBOA!

capa_pic_nicRealizou-se no Sábado ,14 de Julho, no Miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa, o PIC NIC promovido pela Interjovem/CGTP-IN e pela ABIC.
Estiveram presentes jovens de todo o país, dirigentes e delegados sindicais, trabalhadores desempregados, de diversas organizações juvenis que, colocando um pano nas grades do Miradouro, virado para a cidade de Lisboa, com o Lema "O desemprego e a precariedade não são para aceitar, são para combater", deixaram a mensagem da acção.
Foi realizado, durante o PIC NIC, um debate com as Intervenções dos jovens presentes, onde foram dados exemplos que provam que este combate é possível e eficaz, quando é organizado e consequente.
A iniciativa acabou na Rua do Carmo, com as intervenções dos representantes da ABIC e da Interjovem/CGTP-IN, afirmando a continuação desta luta.

Ver fotografias da iniciativa

6ª CONFERÊNCIA DA INTERJOVEM LISBOA

capa_6_conf_ijDeu-se início aos trabalhos da 6ª Conferência da Interjovem / Lisboa. Dezenas de jovens discutem, debatem e elegem a nova direcção Interjovem / Lisboa. Marcada pela grande ofensiva que está instalada sobre os jovens trabalhadores, nesta Conferência, discute-se também a luta necessária para travar essa ofensiva.

Ver fotografias da Conferência , ver vídeo exibido na abertura da 6ª Conferência

COM A FORÇA DA JUVENTUDE, LUTAR PELOS NOSSOS DIREITOS!

cartaz_conf_ij_2012Realiza-se na próxima Quinta-feira, dia 12, a 6ª Conferência da Interjovem/Lisboa. Marcada pelo ajuste de contas do capital com as conquistas do 25 de Abril, os Sindicatos do Distrito levam à discussão os problemas da Juventude e as formas de resposta e luta. A conferência tem lugar no Clube GBES.

Ler documento aos jovens trabalhadores , ler Ante-projecto de orientações para a Acção Sindical

UM BALANÇO POSITIVO - 5 ANOS APÓS A ALTERAÇÃO À LEI DA IVG

mini-Movimento_023

A CIMH da CGTP-IN em conjunto com outras organizações não governamentais e alguns partidos políticos convocaram uma conferencia de imprensa no dia 5 de Julho, junto às escadarias da Assembleia da República para divulgar, o balanço de 5 anos de aplicação da lei que despenalizou a Interrupção voluntaria da gravidez.

Nesse dia foi discutida na AR, uma petição encabeçada por organizações que estão contra a despenalização da IVG, apostadas em deturpar os dados relativos aos resultados obtidos após a alteração à lei da IVG, onde se confirma que a IVG, não se transformou num método contraceptivo!

A interrupção voluntária da gravidez está directamente relacionada com a decisão de uma maternidade consciente e responsável, não podemos deixar de manifestar a nossa preocupação pelas dificuldades acrescidas com cortes nos subsídios de maternidade em Portugal, num contexto social marcado pelo desemprego, baixos salários, precariedade, aumento do custo de vida, regressão nos direitos e nos apoios sociais fundamentais para o exercício da maternidade/paternidade.

IVG - PELA CIDADANIA E SAÚDE DAS MULHERES – LER DOCUMENTO

6º ENCONTRO DA INTER-REFORMADOS LISBOA

capa_ir_encontro_2012A Inter-Reformados Lisboa é a organização específica dos trabalhadores reformados, pensionistas e aposentados desta região. Realiza hoje, nas instalações dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, nas Olaias, o seu 6º Encontro Regional que conta com a participação de 83 delegados que representam os vários sindicatos do distrito de Lisboa. Neste encontro o apoio e solidariedade da União dos Sindicatos de Lisboa ficou patente com a intervenção de encerramento, que será realizada pelo seu coordenador Libério Domingues, bem como pela participação activa na sua realização de restantes dirigentes e funcionários da USL.

Uma grande parte destes trabalhadores adquiriu, ao longo da vida, uma larga e rica experiência forjada na acção e na luta pela democracia, pela liberdade sindical, por melhores condições de vida e de trabalho e por transformações politicas económicas e sociais que conduzissem a mais e melhor justiça social. Estes trabalhadores, ao deixarem de ser trabalhadores activos, devem passar a integrar Departamentos/Comissões de Reformados nos seus sindicatos, os Órgãos da Inter-Reformados e, assim, prosseguirem a luta pelos objectivos gerais da CGTP-IN e, particularmente, pelos que respeitam aos Reformados. A nível Distrital a Inter-Reformados tem a sua organização com órgãos próprios que desenvolvem a sua actividade com apoio da USL e dos sindicatos que representam.

Ver fotografias do encontro

Ler mais: 6º ENCONTRO DA INTER-REFORMADOS LISBOA

Privacidade

Está em... Home Organizações