7 de Abril - Dia Mundial Da Saúde

O Serviço Nacional De Saude. (SNS) Não Pode Entrar Em Ruptura!

A União dos Sindicatos de LIsboa-CGTP-in através, da Plataforma Lisboa em Defesa do SNS, enviou  uma nota aos órgãos de comunicação Social, no dia em que se assinala, o dia mundial da saúde.

Todos os trabalhadores do SNS merecem o nosso respeito e reconhecimento porque estão a dar o seu melhor (mesmo estando muitos já no máximo do seu esforço), desafiam o cansaço, o stress e o medo. Mas é justo lembrar que estes mesmos profissionais foram alvo, nas últimas décadas de um grande desgaste, dadas as más condições de trabalho, da carência significativa de recursos humanos, técnicos, logísticos e financeiros, do número elevado de emprego precário e da desvalorização das suas carreiras profissionais. E, mesmo assim, estas mulheres e estes homens deram sempre o seu melhor no SNS, para prevenir a doença, para acompanhar e tratar os utentes.

Antes desta calamidade já o SNS demonstrava graves fragilidades, em virtude do seu sub financiamento crónico da responsabilidade de sucessivos governos, com encerramento de serviços e de camas, desinvestimento nos cuidados de saúde primários e na saúde pública, nos equipamentos e no INEM. Por exemplo, só no distrito de Lisboa (a cidade de Lisboa tem agora o maior nº de doentes infectados), no Hospital Pulido Valente foram encerrados parte do serviço de Pneumologia e duas unidades de cuidados intensivos e a urgência do Hospital Curry Cabral também, assim como foi encerrado o Hospital do Barro de Torres Vedras (concebido para doentes com tuberculose).

Não queremos um SNS em ruptura, nem o pânico e a revolta dos profissionais da saúde, e nem erros que podem ser fatais para a segurança e saúde pública da população.

Exigimos o fim das limitações financeiras no SNS para admissão de pessoal com direitos, aquisição de medicamentos, de produtos químicos e farmacêuticos, de material clínico e dispositivos médicos de bens e serviços, e para investir na investigação.

Hoje, é certamente muito mais claro para a generalidade dos portugueses, a importância de todos estarmos protegidos por um SNS que tem de estar dimensionado e estruturado para garantir o direito universal à saúde, plasmado na Constituição da República, aprovada em 2 de Abril de 1976, fruto da Revolução de Abril.

DEFENDER AS CONQUISTAS DE ABRIL TEM DE SER UMA LUTA CONSTANTE COMO GARANTIA DE PROGRESSO, DE JUSTIÇA E INCLUSÃO SOCIAL!

É justo exigir mais ao Governo, ao Ministério da Saúde, à DGS.

Ler comunicado.

Está em... Home Serviços Públicos 7 de Abril - Dia Mundial Da Saúde