Vale a pena lutar

EM LISBOA TRABALHADORES MANTÊM AS 35 HORAS!

O STAL assinou hoje 6, pelas 12 horas, um Acordo Colectivo de Entidade Empregadora Pública, com o Município de Lisboa, que tem como principal objectivo manter o horário de trabalho de 35 horas semanais. Na assinatura do acordo, que teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, participaram Francisco Braz, presidente do STAL, e Frederico Simões, dirigente da Direcção Regional de Lisboa do STAL. Na mesma ocasião, dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores do Município de Lisboa (STML) firmaram um acordo análogo com a edilidade da capital, visando no essencial a regulamentação dos aspectos relativos à duração e organização do tempo de trabalho de modo a salvaguardar as 35 horas semanais para todos os trabalhadores da autarquia.

BOLETIM LUTAR E VENCER!

Que a todos, neste novo ano de 2014, não nos falte a saúde para lhe dar continuidade, mais dimensão e mais força, com a mesma coragem, determinação e confiança, para estar-mos á altura das exigências que se nos colocam, tanto mais que, a cada dia que passa, mais se impõe a necessidade da derrota da política de direita e a demissão do Governo, abrindo caminho à construção de uma alternativa que consubstancie uma verdadeira política de esquerda ao serviço dos interesses dos trabalhadores do povo e do país.
Uma luta que, mesmo sendo por vezes, travada nas condições mais adversas e que, independentemente das suas formas ou dimensão, se revela cada vez mais importante e decisiva. Importante e decisiva, constante e de todos os dias, nas empresas e locais de trabalho e cujos protagonistas principais são os trabalhadores e trabalhadoras, assumindo o confronto directo com o patronato na defesa das suas legitimas e justas reivindicações, sendo sempre de saudar e valorizar os resultados obtidos e dos quais neste Boletim “Lutar e Vencer” ficam alguns exemplos.

Ler boletim.

COMBATIVIDADE E CONFIANÇA NO FUTURO! 43 ANOS A LUTAR AO LADO DE QUEM TRABALHA!

No âmbito do 43º aniversário da CGTP-IN, no passado dia 1 de Outubro, a União dos Sindicatos de Lisboa realizou uma ampla intervenção sindical nos locais de trabalho distribuindo o documento que podes ler aqui. Realizou-se também, na Casa do Alentejo, um grande jantar comemorativo do aniversário da central sindical de classe, que contou com a participação de mais de 250 pessoas e onde foi exibido um filme sobre a história da CGTP-IN, história inseparável da luta dos trabalhadores portugueses por melhores condições de vida e de trabalho, luta que trava desde a sua criação, ainda nos tempos negros do fascismo. Foi também lançado o livro editado pela CGTP-IN no quadro das comemorações do centenário do nascimento de Álvaro Cunhal. 

 

Ver fotografias do jantar

SCOTTURB PERDE MAIS UM PROCESSO EM TRIBUNAL!

Se é verdade que é recorrente a perseguição da administração da SCOTTURB contra dirigentes sindicais, contra trabalhadores que se opõem à sua prepotência, ou contra trabalhadores que ganham processos judiciais, é também verdade que, recorrentemente essa administração perde processos em tribunal.

Em vésperas de estar presente em mais um processo judicial, foi conhecida a decisão do tribunal, relativamente ao recurso feito contra o despedimento de um activista sindical, por ter participado no piquete de greve de 3 de Outubro de 2012.

Com efeito, o tribunal de primeira instância anulou o despedimento desse trabalhador, condenando a empresa a indemnizá-lo.

TRABALHADORES DESPEDEM-SE DE GASPAR E EXIGEM DEMISSÃO DO GOVERNO!

DSCF0503A grandiosa Greve Geral de 27 de Junho contribuiu para a demissão do ex-ministro das Finanças. A luta dos trabalhadores e do povo é o elemento determinante para impor a viragem de rumo necessária, contra a política desastrosa do governo PSD/CDS. Esta situação veio demonstrar, por outro lado, que a substituição de Vitor Gaspar pela sua ex-secretária de Estado não é solução para os problemas do país e que, com a intensificação da luta, está cada vez mais próxima a inevitável queda deste Governo que arruína a vida dos trabalhadores, das famílias e afunda o país. Vale a pena Lutar, por um Portugal desenvolvido, de esquerda e soberano.

 

    

Ler mais: TRABALHADORES DESPEDEM-SE DE GASPAR E EXIGEM DEMISSÃO DO GOVERNO!

A UNIÃO DOS SINDICATOS DE LISBOA - CGTP ASSOCIA-SE ÀS COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE ÁLVARO CUNHAL

A USL/CGTP-IN realizou no dia 15 de Novembro, no auditório do CESP, um debate sobre as “Nacionalizações e o Controlo Operário”, no âmbito das comemorações do centenário do nascimento de Álvaro Cunhal. Esta acção contou com a Intervenção de Manuel Esteves membro do sindicato dos bancários de Lisboa, Sérgio Ribeiro economista, Armando Farias da CGTP-IN e Libério Domingues coordenador da USL. Para a CGTP-in sempre foi …”inequívoca a importância e a necessidade da existência de um sector Empresarial do Estado forte e dinâmico: Ao serviço da democracia e do desenvolvimento um instrumento para responder aos problemas do país, para manter em mãos nacionais alavancas económicas, para promover uma politica de emprego e a elevação das condições de vida."

Hoje a política de direita exercida pelo governo do PSD /CDS-PP  e o programa de agressão imposto pela troika estão a contribuir para o desmantelamento do sector produtivo, com proferiu Álvaro Cunhal… “a duração do processo contra-revolucionário,(…) é um atestado da luta firme e heróica da classe operária, dos trabalhadores em geral, das massas populares, das organizações unitárias”. 

A Luta vai continuar!

 

Ver fotografias da iniciativa

COMEMORAÇÕES POPULARES DO 39º ANIVERSÁRIO DO 25 DE ABRIL

 

 

Privacidade

Está em... Home Vale a pena lutar