Organizações

DIA 27 DE MARÇO - MANIFESTAÇÃO NACIONAL DE JOVENS TRABALHADORES - 15H NA RUA DO CARMO!

capa_manif_ijDia 27 a Juventude está na Rua. Pelo trabalho com direitos, pelo aumento do salário, pelos horários dignos! Queremos Trabalho! Exigimos direitos!

Aparece e traz um amigo!

Ler tarjeta a distribuir aos jovens trabalhadores.

8 DE MARÇO - DIA INTERNACIONAL DA MULHER - EM LUTA PELA MUDANÇA! IGUALDADE! CONFIANÇA!

capa_8_marco_2013O Dia Internacional da Mulher é comemorado há mais de um século e está associado ao protesto e luta das mulheres trabalhadoras pela melhoria das suas condições de vida e de trabalho, contra as desigualdades e discriminações, pela construção de alternativas políticas transformadoras da sociedade que contribuam para a sua emancipação económica, social e política.

A luta pelo direito à igualdade e à igualdade de direitos, é de todas/os e para todas/os. Neste dia assinalaremos as razões da luta de todos os dias, na próxima SEXTA-FEIRA, ÀS 14H30 NOS ARMAZÉNS DO CHIADO, DESFILAREMOS ATÉ À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA em luta pela mudança! Igualdade! Confiança!

Som de apoio ao 8 de Março ; Tarjeta a distribuir.

EMPRESAS ASSINAM COMPROMISSO PELA IGUALDADE DE GÉNERO MAS PROMOVEM A DESIGUALDADE!

capa_contra_desigualdade_mulheres_homensA União dos Sindicatos dos Sindicatos de Lisboa – USL/CGTP-IN –  em conjunto com os sindicatos dos sectores Financeiro, Comércio, Transportes, Correios eTelecomunicações, estiveram durante a manhã de hoje, dia 18 de Fevereiro, junto do Fórum Telecom (Picoas), realizaram uma concentração que juntou vários activistas sindicais que aproveitaram a Cerimónia de Assinatura de Compromisso na Área da Igualdade de Género, a ser subscrito por parte de 21 empresas e a CITE.

Porque as discriminações e a desigualdade de tratamento e oportunidades persistem nos locais de trabalho, e em muitas destas empresas, nomeadamente no Grupo AUCHAN e na CARRIS que não concedem horários de trabalho que permitam às mães trabalhadoras, com filhos menores de 12 anos, conciliarem a sua vida profissional com a vida familiar. O BES e o SANTANDER TOTTA, também são duas das empresas que vão assinar o compromisso, no entanto estes bancos tem por norma despromover, na função desempenhada, as trabalhadores quando regressam de licença de maternidade, algumas destas mulheres, antes de engravidarem, desempenhavam determinadas funções, nomeadamente: gestoras, assistentes de venda e gerentes que quando regressam são afastadas dessas mesmas funções.

O SINTAF, STRUP e o CESP bem como o SNTCT estiveram presentes não só para denunciar estas e outras situações concretas, como também para propor, exigir e lutar pelo respeito e salvaguarda dos direitos de Igualdade e da conciliação entre o trabalho e a vida pessoal e familiar.

FARPIL E MURPI EXIGEM O DIREITO A REFORMAS E PENSÕES DIGNAS!

farpil_murpi_pc_londresOs reformados e pensionistas estiveram concentrados em frente ao Ministério da Solidariedade e Segurança Social em Lisboa e também na Segurança Social de Beja, Évora, Porto e Setúbal. A política desde Ministério e do Governo continua a agravar a situação económica da população mais frágil ao mesmo tempo que ajuda a engordar os poderosos grupos financeiros com avultadas subvenções do Estado. Perante tamanha injustiça social, com o não aumento das reformas e pensões ou aumentos que em nada se notam devido ao aumento da inflação, os reformados e pensionistas não se calarão nem baixarão os braços enquanto não conseguirem travar a acção deste Governo que provoca uma situação social trágica que hipoteca o futuro do país. Exigem, também, que se tomem medidas urgentes para combater esta calamidade social com a reposição dos rendimentos retirados pelas medidas orçamentais, com a actualização dos valores das pensões, com a abolição das taxas moderadoras, com a reposição de 50% de desconto nos passes sociais e com a urgente revogação da lei do arrendamento urbano e da legislação complementar. Os reformados e pensionistas prometem lutar até ser reposta a justiça social a quem têm direito, estando desde já presentes na manifestação da CGTP-IN para o próximo dia 16, em todas as capitais de distrito, sendo em Lisboa a concentração no Príncipe Real.

QUEREMOS TRABALHO, EXIGIMOS DIREITOS! MAIS ORGANIZAÇÃO, MAIS LUTA, MAIS SINDICATO!

capa_vii_conf_ijRealizou-se no Porto a VII Conferência Nacional da Interjovem. Com a participação de cerca de duas centenas de jovens trabalhadores, a VII Conferência contou com mais de duas dezenas de intervenções que retratam a realidade dos jovens trabalhadores em Portugal, situações de precariedade, ataques aos direitos da juventude, de lutas e vitórias que se conseguiram com a luta dos trabalhadores. A importante participação de jovens trabalhadores nas acções de luta que nos últimos quatro anos aconteceram em todo o país, foi também valorizada em toda a conferência. Cheia de força e combatividade a VII Conferência teve depois uma manifestação em que muitas centenas de jovens também participaram, enchendo o largo Virgínia Moura e dando sinais que a 16 de Fevereiro a juventude vai estar presente nas manifestações convocadas pela CGTP-IN. Em Lisboa a manifestação sairá do Príncipe Real às15 horas.

Ler intervenção da Interjovem Lisboa, Ler intervenção sobre a responsabilização de mais jovens trabalhadores em Lisboa, ver fotografias da Conferência.

REFORMADOS MOBILIZAM PARA MANIFESTAÇÃO DE 16 FEVEREIRO!

ir_promove_manif_16_peticao_dfseA Inter-Reformados Lisboa está a realizar, desde ontem e até ao dia 15 de fevereiro, diversas iniciativas de mobilização para a manifestação convocada pela CGTP-IN para o dia 16 de fevereiro. Acções de contacto, com as populações do distrito de Lisboa, que visam informar tanto os reformados e pensionistas como a restante população da importância de dar uma resposta de luta e não resignação a esta política de direita praticada pelo Governo PSD/CDS e memorando das troikas. Política esta que está a destruir a economia, o emprego e a promover a precariedade, o desemprego e os baixos salários, generalizando a pobreza a exclusão social e a fome.

A Inter-Reformados reafirma a sua rejeição do Orçamento de Estado para 2013 uma vez que o mesmo viola direitos fundamentais consagrados na Constituição da República Portuguesa apelando a que todos que lutem por um outro Governo e  uma outra política que defenda o Estado Social, a Segurança Social Pública e Universal e o Serviço Nacional de Saúde. Além da mobilização para a manifestação de 16 de fevereiro, estas iniciativas são também de crucial importância na dinamização, e recolha de assinaturas, da Petição da CGTP-IN em Defesa das Funções Sociais do Estado.

Ler documento a distribuir nestas acções, assina a petição em Defesa das Funções Sociais do Estado.

JOVENS TRABALHADORES DEBATEM AS DIFICULDADES NO MUNDO DO TRABALHO

debate_ij_adufeA Interjovem/Lisboa promoveu no Bar Adufe um debate com o lema: As barreiras dos jovens trabalhadores na entrada no mundo do trabalho! Com a luta vamos derruba-las! Com a participação de muitos jovens trabalhadores e intervenções ligadas à vida dos jovens trabalhadores, às dificuldades que enfrentam desde a precariedade ao desemprego, este debate foi também um importante momento de afirmação da luta da juventude e das vitórias que nas ruas e nos locais de trabalho a luta tem conquistado, por via da organização dos trabalhadores nos seus sindicatos. 

Inserido na preparação da 7ª conferência Nacional da Interjovem, este debate apelou também à participação de todos os jovens trabalhadores na manifestação nacional que no dia 2 de Fevereiro terá lugar no Porto. As inscrições para os autocarros podem ser feitas em Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

DEBATE - AS BARREIRAS DOS JOVENS TRABALHADORES NA ENTRADA NO MUNDO DO TRABALHO - COM A LUTA VAMOS DERRUBÁ-LAS!

capa_debate_ij_adufeAs barreiras dos jovens trabalhadores na entrada no mundo do trabalho! Com a Luta vamos derrubá-las! Será este o mote do debate, que se irá realizar amanhã pelas 22 horas no Adufe-Bar em Alfama, que pretende discutir as dificuldades dos jovens trabalhadores que tentam agora arranjar trabalho e daqueles que, já estando a trabalhar, encontram a precariedade, os baixos salários, os horários desregulados como realidade.

Um debate para discutires os problemas que todos os dias enfrentas no teu local de trabalho, para construirmos em conjunto uma forma de derrubar barreiras e construir outro futuro para quem trabalha.

Aparece e traz um amigo!

INTER-REFORMADOS DA CGTP-IN REALIZA A SUA 7ª CONFERÊNCIA

7_conf_nac_irHoje realizou-se a 7ª Conferência da Inter-Reformados da CGTP-IN, sob o lema “UMA VIDA DE TRABALHO EXIGE REFORMAS E DIREITOS SOCIAIS”, que teve lugar na Associação de Comerciantes de Lisboa. Esta conferência realiza-se num contexto social e económico particularmente difícil, onde a maioria dos reformados estão confrontados com a degradação das condições de vida, em consequência das políticas de austeridade acordadas entre o Governo e a Troika; o aumento do custo de vida; o congelamento e a redução das reformas e pensões.

Os delegados à 7ª conferência da Inter-Reformados da CGTP–IN, elegeram a sua nova Direcção Nacional para o próximo quadriénio 2013/2017, que é constituída por 32 membros que garantem continuar a luta: pelo aumento do valor de todas as pensões de reforma; pela restituição dos subsídios de férias e de Natal; exigem: a abolição do imposto extraordinário; e a defesa das funções sociais do estado e a reposição da concessão do desconto de 50% para os idosos em todo o tipo de transportes colectivos. A 7ª conferência da IR confirma a vitalidade convicção e disponibilidade para a luta em unidade.

Ver fotografias da 7ª Conferência

Privacidade

Está em... Home Organizações